Uma em 7 bilhões

09 novembro, 2014

Simplesmente não consigo evitar pensar sobre isso. Existem mais de 7 bilhões de pessoas no mundo, e nenhuma é igual. Todos nós temos pensamentos, sentimentos e realidades diferentes. Imagine: você está sentada(o) numa cadeira diante de um computador(tablet, celular, ou qualquer outro aparelho tecnológico que seja possível acessar o blog), lendo este post. Enquanto isso, há pessoas amando, sofrendo, brigando, morrendo, nascendo, casando, namorando, chorando, dormindo, trabalhando, sorrindo...

E você está aí. Feche os olhos. Imagine este mundo sendo ampliado a partir da sua localização, ou seja, pense em você e tudo o que te cerca. Olhe os oceanos, as culturas diferentes, as pessoas se movimentando pra lá e pra cá, pouco se importando com as outras. As vezes eu me sinto tão insignificante. Ingênua o bastante para não enxergar a realidade do mundo. Gente passando fome, suplicando carinho e amor.

Necessito expandir o meu "mundinho". Quando penso na diversidade de pessoas existentes no planeta, consequentemente não me sinto tão só. Talvez exista alguém nesse mundão que me entende. Que sinta mais ou menos o que sinto e que tenha essa vontade tamanha de falar para todos o que pensa.

Já pensei em coisas malucas, como: porque Deus se importaria comigo, com tantos milhões de pessoas no planeta passando por dificuldades piores que as minhas? Mas, gente, Ele se importa SIM! Papai é demais! Consegue dar conta dos seus milhares de filhos, e amar cada um incondicionalmente! ♥

Me sinto tão pequena neste vasto mundo. 

0 comentários:

Postar um comentário